Nossas redes:

Dicas

Qual é a religião que você poderia aceitar?

Publicado em


A palavra “religião” significa literalmente “manter-se unido por meio de cerimônia”. A palavra “religião” é um termo honorífico que denota o sistema de idéias e símbolos associados a um determinado conjunto de práticas ou crenças. Em geral, todas as religiões têm uma coisa em comum: todas compartilham um grupo de princípios divinos, embora a natureza desses princípios possa variar de religião para religião. Seria uma simplificação exagerada generalizar todas as religiões como panteísmo (ou religião ateísta) ou simplificação. As religiões variam amplamente em seus hinos, rituais, ritos de passagem e filosofia.


Existem quatro tipos de prática religiosa. Isso inclui politeísmo, religião definida, religião organizada e religião ritual. O politeísmo é a adoração de vários espíritos ou deuses; a religião organizada é definida por uma forma prescrita de comportamento; e a religião ritual é comumente conhecida como religião farsante. A característica mais importante de cada uma dessas quatro categorias é a crença de que seres divinos, geralmente chamados de criadores, julgam o mundo e a vida dos seres vivos por meio de ações e rituais específicos.

Em termos modernos, a religião é freqüentemente vista como tendo três elementos definidores – as crenças, práticas e instituições de um grupo – que são compartilhados pela maioria dos grupos religiosos

Essas são as crenças, práticas e instituições fundamentais de todas as religiões. Por extensão, a palavra “religião” também pode ser entendida como abrangendo atividades e cosmos não religiosos, como arte, literatura, música e práticas sociais. As principais religiões do mundo incluem o cristianismo, o hinduísmo, o islamismo e o budismo.

Por padrão, as quatro características mais importantes da religião são suas características essenciais de crença, prática e instituições. Entre as características definidoras de uma religião está sua crença em um ser ou divindades supremo, conhecido como deus (es), que governa nossas vidas e determina o caminho em que nossas vidas são seguidas. Com o surgimento do racionalismo e do ceticismo, a religião foi reduzida a um conjunto de princípios abstratos, em vez de um conjunto de fatos. Muitas das principais religiões abandonaram este importante componente de seus ensinamentos. Na verdade, o mundo contemporâneo não seria tão colorido ou interessante como é hoje sem a presença de Deus.

A religião também inclui práticas e instituições associadas a ela

Os rituais são uma parte essencial de qualquer religião, uma vez que fornecem significado e propósito. Os rituais podem ser vistos como coisas sagradas que requerem atos ou sentimentos específicos para atingir algum fim específico. Os rituais podem envolver qualquer coisa, desde meditação à luz de velas a um serviço de túnica branca. Os rituais são centrais para a compreensão e tradição de muitas religiões.

Outra característica importante da religião é seu sistema de crenças e ritos associados à religião. Na maioria das religiões, há crenças fundamentais compartilhadas, como a existência de um ser ou divindades supremos, e práticas e instituições básicas como casamento, morte e algum tipo de vida após a morte. Um traço comum em muitas das religiões do mundo, no entanto, é a ideia de que esses fundamentos são importantes para a compreensão do caminho para a felicidade e o caminho para a sobrevivência.

Existe uma outra qualidade importante da religião: ela existe em todas as culturas e sociedades do mundo

Por exemplo, todas as principais religiões dos Estados Unidos acreditam que Jesus não foi apenas uma figura histórica, mas também um profeta. A maioria das igrejas católicas também ensina que, embora Jesus fosse o Filho de Deus, ele também se tornou um Filho do homem em virtude de sua crucificação, e até mesmo Filho de Deus de acordo com a Bíblia.

Compreender a natureza e a definição da religião é essencial para compreender o comportamento humano e a sociedade. Sem uma religião bem definida, as pessoas não teriam um estilo de vida significativo e estariam sujeitas aos caprichos de qualquer grupo ou indivíduo. Isso resultaria em guerra, roubo e outros tipos de desintegração social. Como tal, é importante que cada país defina sua própria religião governamental, o que permitirá que seus cidadãos pratiquem suas convicções religiosas e permaneçam felizes dentro das comunidades em que estão baseados.


Dicas

Como acelerar o metabolismo? 3 dicas rápidas e fáceis

Publicado em

on

por:

CONTINUAR LENDO

EM ALTA